Wal Schneider

Wal Schneider na sala de exposição no projeto No Palco Vida (JORNAL O GLOBO).

Filho de faxineira e pai carpinteiro. Wal dividia comida para sete irmãos, incluindo ele, de família pobre. Descobriu o circo aos sete anos, e sonhou que queria ser artista. Assistia a novelas através das brechas das janelas dos vizinhos. Quando chegava o circo na cidade ele vendia maçãs para poder assistir aos espetáculos, muita das vezes entrava escondido para aprender mais sobre aquele mundo mágico. Aos 17 anos saiu do Ceará – Tabuleiro do Norte, de carona em um caminhão de melão com 25 reais, com ajuda de sua mãe Tereza e sua amiga Jesuíta seguiu o sonho de ser ator no Rio de Janeiro. Dois dias de viagem. Ao chegar na cidade maravilhosa, não era nada daquilo que tinha visto pelas novelas da televisão. Wal passou por muitas dificuldades: lavou pratos, fez faxina, trabalhou em uma padaria e passou fome, mas sua ânsia de vencer superou todas as dificuldades, trabalhou para pagar cursos de teatro. Conseguiu terminar o 2º Grau e se formar como ator na CAL – Casa das Artes de Laranjeiras.

Estreou em 2007 na novela “Páginas da Vida”, de Manoel Carlos, quando no mesmo ano sentou no sofá no Programa do Jô, no qual contou sua história para todo o Brasil. Realizou outros trabalhos em novelas como: “Paraíso”, “Escrito nas Estrelas”, “Amor Eterno Amor”, “Espelho da Vida” e ingressou esse ano na novela “Salve-se quem puder”.

FAZENDO HISTÓRIA

Criou o projeto “No Palco da Vida”, a primeira escola de artes na região da Leopoldina Zona Norte no Rio de Janeiro, fazendo história no bairro de Olaria a mais de 10 anos. O projeto já passou mais de 4 mil alunos mudando a vida entre crianças, jovens, adultos, idosos e pessoas com necessidades especiais se desenvolvendo através do teatro, música, dança e incentivo à leitura. A consagração de Wal chegou pelo seu papel social. A experiência do Centro Cultural Chica Xavier, deu a ele, por votação popular online, o Prêmio Extraordinário, do Jornal Extra, na categoria Superação. No mesmo ano ganhou o Prêmio João Canuto de Humanos Direitos (MHuD) e o título Carioca Nota 10, concedido pela Revista Veja – 2015.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, texto e atividades ao ar livre
Capa do jornal Extra sobre o Prêmio Extraordinários.

No ano de 2019, como a palestra, abriu o evento TEDX Barra da Tijuca para grande um grande público e no mundo inteiro contando sua história de superação e o grande sonho de sua vida, o projeto “No Palco da Vida”.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto que diz "Eo Wal Schneider palestrando no กอ palço da vida TEDX BarraDaTijuca TEDX BarraDaTijuca"
Wal Schneider palestrando no TEDx Barra da Tijuca.

Wal Schneider, o José Valdemir da Silva Gomes, que sonhava em ser artista, tinha se tornado definitivamente um exemplo e uma referência, pelo que é e pelo que faz.

Assista sua história no vídeo abaixo:

Uma história de Superação – Ator Wal Schneider

Atuou;

  • A Resistível Ascensão de Arturo Ui, de Bertolt Brecht.
  • Nossa Cidade, de Thornton Wilder.
  • Viúva Porém Honesta, de Nelson Rodrigues.
  • Um Violinista no Telhado, de Joseph Stein.
  • Chapeuzinho Vermelho, de Maria Clara Machado.
  • Um Sábado em 30, de Luiz Marinho.
  • O Camaleão Alface, de Maria Clara Machado.
  • Um Molière Imaginário, de Molière.
  • Memórias de Nossa Infância, do grupo No Palco da Vida.

Dirigiu;

  • 2007 – Anjos em Agonia, grupo No Palco da Vida.
  • 2008 – Os Meninos da Rua Paulo, de Ferenc Molnár.
  • 2010 – Memórias de Nossa Infância, do grupo No Palco da Vida.
  • 2012 – Um Molière Imaginário, de Molière.
  • 2015 – Dois Perdidos Numa Noite Suja, de Plínio Marcos.
  • 2018 – Um Trem Chamado Desejo.

Televisão
AnoTítuloPapel
2006Páginas da VidaEmílio
2009ParaísoZé Calango
2010Escrito nas EstrelasChico
2012Amor Eterno AmorLéo
2015Série Ribanceira
2018Espelho da VidaMartim / Hakima
Cinema
AnoTítuloPapel
2015Descoberta do Mundo, de Clarice LispectorEle mesmo
2017O Crime da GáveaPedreiro