EM ABRIL

Por Will Dubrok

Peça Um Molière Imaginário estará de volta!

Uma das primeiras leituras foi em 2009 quando Wal Schneider (Diretor da peça) teve a ideia de montar a peça, mas só veio ser levantada oficialmente em 2012 – Numa segunda oficina no SESC de Ramos, região do Complexo do Alemão. – Reuniu um elenco de 20 pessoas. Foram 6 meses de ensaio com 5 horas durante a semana e 9 horas aos fins de semana, mas o elenco com sede de dar tudo certo. A temporada encerrou em 2014, ao todo foram 3 elencos diferentes.

Nesse ano a peça volta com a nova turma que se iniciou em novembro do ano passado (2017). Novas idéias, músicas e ritmo com os novos alunos. A leitura começou em janeiro e estão em processo de pesquisa da peça: Figurino, estudos sobre o texto, marcações de cenas, cenários entre outros detalhes. No elenco conta com Caio Costa, Rosangela Nunes, Brenda Ventura, Bruna Ventura, Wal Schneider, Luiz Pertuite, Will Dubrok, Vitor Abreu, Sylvia Mariano, Henrique Pereira, Carlos Estrella, Nikolle Souza, Yuri Souza, Maria Clara Bulhosa, Clara Viter, Mirella Viter e Breno Nestor.

Um Molière Imaginário. Trata-se de uma recriação da conhecida peça “O doente imaginário”, do francês Molière, na qual uma das personagens entra numa espécie de delírio. A peça francesa, escrita em 1673, inspira-se, como os demais trabalhos de Molière, na Commedia Dell´Arte italiana, na qual o personagem do Arlequim é uma espécie de bobo da corte – a figura que, através do humor e das presepadas que faz, denuncia e critica a hipocrisia da sociedade, a arrogância dos poderosos e as fraquezas humanas em geral.

Em “O doente imaginário”, o velho Argan é um homem rico, sovina e hipocondríaco, cercado por pessoas ambiciosas que criam estratagemas para explorá-lo. Tudo isso sob o olhar debochado e crítico da empregada Nieta. É através dela que Wal Schneider explora no espetáculo as similaridades que encontrou entre os políticos brasileiros que na hora que são pegos no fraga logo ficam “doentes e debilitados” em geral, Molière também usava o humor arma certeira contra nossas mazelas sociais.

 

Ensaio da peça no Pátio Paschoal Carlos Magno

 

https://www.facebook.com/nopalcodavida/?fref=ts
#