Agenda

O Rio de Carmen Miranda mostrou O QUE É QUE A BAIANA TEM

Teresa Montero, Heleno Bernardi e Wal Schneider com o grupo no Cassino da Urca – 2017 (Foto; Gerson Ferreira)

O passeio O Rio de Carmen, idealizado e guiado pela escritora Teresa Montero na manhã de sábado (2/12/), demorou 77 anos para Carmen Miranda VOLTAR ao Cassino da Urca.  No Palco da Vida fez parte de um momento histórico. Trazer Carmen Miranda, o Bando da Lua e as vedetes para o palco do lendário Cassino da Urca após 77 anos. Sua última apresentação foi em setembro de 1940. O Rio de Carmen Miranda com o grupo No Palco da Vida e o artista Heleno Bernardi prestou essa homenagem a NOSSA Embaixadora do samba, das marchinhas. Inventora da moda brasileira. No Palco da Vida mostrou Carmen com o Bando da Lua e as vedetes no palco do “Cassino” (agora com a Intervenção de Heleno Bernardi). O prédio do Cassino só fica aberto até 20/12. Em 2020 renasce como “Centro Latino-Americano de Inovação em Design e Economia Criativa”, do IED.

Grupo No Palco da vida apresentando “O quê que a Baiana Tem”, de Dorival Caymmi no Cassino da Urca. – 2017 (Foto; Gerson Ferreira)

Ler mais

Cultivando Sonhos no Pátio Paschoal Carlos Magno

Vitor Abreu com o alunos da turma infantil no Pátio Paschoal Carlos Magno. (Foto: Will Dubrok)

“… interagir com o colega faz parte do processo criativo e ainda ajuda o nosso planeta.”

No sábado (25/11) os alunos do projeto social No Palco da Vida, tiveram uma verdadeira aula de ecologia. Uma das dinâmicas realizadas foi para que cada um pegasse uma semente e plantasse em um vaso com terra. “Muitas pessoas desconhecem o por que disso numa aula de teatro. De maneira metafórica, ensinamos aos alunos que seus sonhos não renderão frutos, se não forem plantados e cultivados”, afirma Vitor Abreu, um dos instrutores.  Consciência, trabalho em grupo são os pontos que norteiam cada aula ministrada no projeto e que podem se estendidos para o dia a dia dos alunos: “Plantando a gente consegue ajudar o nosso planeta e também a fazer economia nos gastos da nossa casa”, afirma Clara Viter de 11 anos. “Quando um aluno fica disponível para absorver o que foi passado, o trabalho flui de uma maneira fascinante. Brincadeiras, risos, aprendizado, interagir com o colega faz parte do processo criativo e ainda ajuda o nosso planeta”, resume Vitor que desde criança adquiriu gosto pelo contato com a natureza.

“Por causa do pensamento atual, onde as coisas estão cada vez mais rápidas, o senso de preocupação com o meio em que vivemos foi perdido. Desrespeitar a natureza se tornou algo corriqueiro.  Cada aula serve para desenvolver consciência, em suas mais diferentes formas,  não apenas a artística.”, completa Vitor,

 Paciência é tudo

Nicole Souza plantando alho. 

O Projeto No Palco da Vida ajuda a reduzir o efeito do aquecimento global. É uma atitude que traz muito mais benefícios ao planeta do que imaginamos, e a ideia de compartilhar isso com as crianças é educativa na formação dos valores e da cidadania.

 

 

Ler mais

Nova Turma 2017/2018

Dinâmica de grupo na Sala Multiuso – 2017 (Foto: Will Dubrok)

Iniciamos a nossa nova turma hoje! 
Muita energia positiva e pessoas com gana de fazer teatro e se descobrir através da arte. Até o final deste mês (novembro) nossas inscrições vão estar abertas. Nosso horário de atendimento é das 10h às 22h.
*Entre em contato conosco e agende sua visita: (21) 3081 5558/ 96979 3843 (whatsapp).

 

Ler mais

Palhaçaria no Dia das Crianças

Grupo após apresentação Memórias de um Picadeiro em Maricá – 2017

 

Hoje o grupo No Palco da Vida apresentou o espetáculo Memórias de um Picadeiro no CEIM Prof. José Carlos de Almeida e Silva, em Maricá. Primeiramente agradecer a toda equipe da escola, ao Mauricio Salkini, a diretora Katia Cruz, ao Sr. Secretário Dr. Luiz Carlos grande prazer a cada apresentação sair com boas energias vibrantes. A escola e todos estão de parabéns pelo carinho com cada um e a bela recepção com o grupo. Gratidão sempre.

 

Carlos Estrella, Luiz Pertuite, Will Dubrok, Ju Patrocinio, Ana Ferreira e Caio Costa nos bastidores

 

Ler mais

Teatro e Matemática na E.M. Francis Hime

Wal Schneider, Caio Costa e Vitor Abreu com alunos e professores da E.M. Francis Hime 2017 (Foto; Will Dubrok)

“Teatro e Matemática lado a lado”

Wal Schneider dando aula para os alunos e professores da Escola Francis Hime 2017 (Foto; Will Dubrok)

Na ultima quarta-feira (30/08) Wal Schneider é convidado pelo professor Luiz Felipe para dar um Worksop de teatro para alunos, professores e funcionários na 1ª Jornada de Educação Matemática da E.M. Francis Hime. Uma tarde deliciosa através de experiências teatrais, com tema “Sonho”. Cada aluno e professor trazendo sonhos e metas de vida. A oficina é para provocar aquele sonho mais profundo, desde a criança ao adolescente, do adolescente ao adulto, a linguagem nunca muda.

– O único meio de salvar o nosso país, é através da educação escolar. Isso pode salvar milhões de vidas pelo país. – Declara Wal.

Will Dubrok, Caio Costa, Wal Schneider. Luiz Felipe e Vitor Abreu na Escola Francis Hime (Foto Acervo do projeto)

Ler mais

Domingão de Festa

Sylvia Mariano, Vitor Abreu, Wal Schneider, Caio Costa e Will Dubrok com o bolo dos 10 anos do projeto (Foto: Jorge Paulino)

Domingo de encontros

Na tarde do dia 27 (Domingo) o projeto abriu as portas para os novos alunos e o público com as oficinas livre de teatro, dança e voz. Mia Assunção, uma das ex-alunas, agora instrutoras repassa o conhecimento, e Raffa professor de dança além de dar aula trabalha com performances de dança. – Inclusive montou o espetáculo de dança Dis-Forme em 2015.

O evento continuou com um bate-papo descontraído com Deputado Estadual Eliomar Coelho (Que recentemente entregou o Diploma Heloneida Studart de Cultura ao projeto), falando de sua experiência de arte e vida, com uma surpreendente revelação:

No meu início de carreira tive a honra de estar com o embaixador Paschoal Carlos Magno. Na época quando fazia teatro, vi um curso de teatro, me matriculei no MEC e fui recebido por ele, conversamos, e uma das coisas que me impressionou que ele foi um homem que dedicou a vida inteira pelo teatro brasileiro, um homem apaixonado pelo que fazia. – Revela Eliomar.

Papo de Mestre com Eliomar Coelho (Foto: Jorge Paulino)

Atrações como a convidada Índia Hanna Cacy, Raffa Barros e a peça Memórias de Nossa infância do grupo. Encontros de amizades, a vida é feita de reencontros, dali se constrói grandes famílias que se eternizaram para sempre. Desde o momento de 2007 quando as aulas eram numa salinha, depois num muro, igreja e hoje ver em um espaço repleto de cultura e boas energias.

Eliomar Coelho, Gabriela Dias e Wal Schneider com o grupo no aniversário do projeto (Foto; Jorge Paulino)

Ler mais

Parabéns projeto No Palco da Vida

10 ANOS DE AMOR A ARTE

Nesse dia 19 de agosto o projeto completa 10 anos de trajetória.

– Lembrar que a dez anos atrás estávamos em processo da peça Anjos em Agonia no SESC de Ramos em 2007, de como tinha meninos e meninas sonhando e acreditando na arte de representar. Um sonho que parecia loucura no começo, mas vendo hoje vejo cada pedrinha que foi construída todos esses anos, tijolo por tijolo, vejo que valeu apena. – Declara  Wal.

No dia 27 teremos o Baú das Artes, no qual teremos oficinas gratuita e variadas apresentações do grupo e convidados.

OFICINAS:

  • Teatro com Wal Schneider
  • Teatro Infantil com Mia Assusnção
  • Dança com Raffa Barros
  • Música Caio Costa
  • Palhaçaria com Liv Milla 

 

Dia 27 de agosto (Domingo)

Horário: 13:00 horas

Endereço: Rua Uranos, 1363 – Olaria (Próximo ao Cacique de Ramos / BRT de Olaria)

Ler mais

Lançamento do livro “Chica Xavier: Mãe do Brasil”, escrito por Teresa Montero no Centro Cultural Atriz Chica Xavier

Chica Xavier e Teresa Montero no lançamento do livro ‘Chica Xavier; Mãe do Brasil’ no Centro cultural 2013 (Foto; Thelma Galino).

 

Em 2013 foi lançado a biografia da atriz Chica Xavier na sede do projeto No Palco da Vida. Escrita pela escritora Teresa Montero (Biografa da Clarice Lispector), resgata a incrível luta e amor ao teatro. Chica, nasceu em Salvador – Bahia em 1936, ingressou para o Rio nos anos 1950, há 60 anos, para estudar teatro,  sem recursos financeiros, pode estudar no Teatro Duse, de Paschoal Carlos Magno. Também foi uma das alunas do educador Anísio Teixeira.

Esse livro surgiu de uma ideia do Wal Schneider, por ela ter o Centro Cultural, no qual me procurou e disse “Teresa, você escreveu a biografia da Clarice, porque não escreve uma sobre a Chica? Porque o centro cultural é para permanecer viva a história dela.” Eu amei de primeira, porque uma trajetória dessas precisa ser transmitida. O núcleo essencial para ter escrever sobre a Chica é a família, toda vez que conversamos sempre a família em primeiro lugar.  Diz Teresa Montero.

Em 2011 ganhou uma grande homenagem, um Centro Cultural em seu nome, dentro da sede do projeto No Palco da Vida, coordenado pelo ator Wal Schneider.

Eu acho que nessa fase da minha vida, foi o que me aconteceu de mais importante. Esse trabalho de vocês foi o que veio me dar força e impulso para minha subida ser gloriosa, porque aquela menininha da Gamboa, pensou em fazer teatro, mas nunca pensou em ser homenageada a ponto de ter meu nome numa escola.Relata Chica Xavier.

Teresa Montero, Chica Xavier, Serjão Loroza com o grupo no lançamento 2013 (Foto; Jorge Paulino)

Ler mais

10 anos do projeto No Palco da Vida

Ensaio da peça Memórias de Nossa Infância 2013 (Foto; Thelma Galino)

Uma década de encontros, momentos históricos e determinação do grupo No Palco da Vida. Lembrar que a dez anos as aulas eram no muro de uma das alunas, circulando em bairros do Rio de Janeiro como Bangu, Campo Grande, Vila Olímpica do Complexo do Alemão entre outros, vendo hoje nos trás uma força de sempre continuar persistindo na vida e alimentando o sonho de cada meninos e meninas do projeto.

Com a conquista do sede, o grupo vem seguindo mantendo a cultura firme pelo bairro de Olaria, Zona Norte do Rio. Aulas de teatro, dança, música, literatura, cinema gratuita. E transformando vidas entre crianças e adultos, não só na região, como Bonsucesso, penha, Caxias, Maré, Campo Grande e adjacente.

Em novembro está será lançado o primeiro livro do projeto, organizado pela escritora Teresa Montero (Biografa da Clarice Lispector).

Wal Schneider com os integrantes do projeto No Palco da Vida 2017 (Foto; Debora Setenta)

 

Ler mais

7 anos da peça Memórias de Nossa Infância

Peça sendo encenada na Biblioteca Parque de Manguinhos 2016 (Foto; Will Dubrok)

Se tem uma peça que é o carro chefe do projeto é a peça Memórias de Nossa Infância está circulando com o grupo a 7 anos, com mais de 100 (cem) apresentações nos bairros do Rio de Janeiro com um público de mais de 7.000 pessoas, até hoje faz sucesso em cada espaço que apresentamos, contando com escolas, instituições, palcos, praças entre outros eventos. Adaptável para qualquer tipo de público e à temporal. seja no palco, na rua, na escola, numa instituição, não existe lugar certo, todos são bem-vindos. Textos de Frederico Garcia Lorca, Manoel de Barros, Cora Coralina, Clarice Lispector, João Cabral de Melo Neto, Torquato Netto e os próprios atores. Um grupo de retirantes sai do Nordeste em busca do sonho de serem artistas no Rio de Janeiro.

 

Peça sendo encenada na Livraria Eldorado 2010

 

–  O espetáculo de Memórias… linka histórias de várias crianças que está dividida em pedaços, os pedaços muitas das vezes destruído na violência, mas ao mesmo tempo tem um fundo da poesia por trás, o grande mote do espetáculo que trás poesia para as bocas dos meninos, tem a violência e o olhar poético sobre tudo isso. A metáfora do humano, de cada dia descobrir essa humana nas coisas simples, desde uma brincadeira de criança que trazemos à tona. Serve também para despertar a criança no adulto, adolescente, e sem brincar, fica difícil a vida. – Relata Wal Schneider.

Ler mais
 

Seja amigo do Palco

Doe agora!

 
Assine nossa newsletter

Agenda
SEGUNDA-FEIRA 05 DE SETEMBRO
10h - 11h - Workshop
11h - 12h - Workshop
12h - 13h - Aula de...
O Palco no Facebook

https://www.facebook.com/nopalcodavida/?fref=ts
#