Apresentação

CULTURA QUE AINDA RESISTE

“Tudo é loucura ou sonho no começo. Nada do que o homem fez no mundo teve início de outra maneira, mas já tantos sonhos se realizaram que não temos o direito de duvidar de nenhum.”Monteiro Lobato.

O projeto “No Palco da Vida” é a nossa loucura, o sonho que parece impossível. Porque nossa ambição vai muito além do teatro que pretende apenas conquistar os aplausos da platéia, os estúdios da televisão ou as telas do cinema. Nosso teatro quer muito mais. Nosso teatro quer estimular o convívio saudável e despertar a autoconfiança de cada um do grupo. Nosso teatro quer descobrir vocações, formar talentos, desenvolver potencialidades, indicar caminhos, ganhar espaço em diferentes áreas de atuação. Enfim, nosso teatro quer preparar crianças , jovens e adultos para o palco da vida, que é o palco mais difícil, o palco que não permite ensaios, o palco que, todos sabemos, sempre nos apresenta os maiores desafios, dia após dia.

É por meio deste teatro humanístico que iremos nos posicionar diante da sociedade de forma afirmativa. É com ele que atingiremos nosso maior objetivo, que é desenvolver um caráter firme, uma personalidade forte para, em qualquer área de atividade, ajudarmos a construir um mundo melhor, mais justo, mais humano. Este é o nosso sonho. E “já tantos sonhos se realizaram, que não temos o direito de duvidar de nenhum”.

Em 2007, Wal Schneider começou a dar aulas gratuitas no SESC de Ramos, Zona Norte do Rio de Janeiro. As aulas eram por tempo limitado, mas os meninos e meninas queriam continuar, foi então que uma das alunas, Raquel, ofereceu a casa dela para dar aulas. O projeto crescia cada vez mais, com a chegada de crianças e jovens, tentaram abrir em Bangu, uma igreja em Campo Grande, até na Quadra da Imperatriz Leopoldinense, e nada. – Lembro que em Bangu fazia as aulas com sede por causa do calor, comida era pouca pra muita gente e pouco espaço. Estávamos ensaiando o espetáculo “Os Meninos da Rua Paulo”, que depois de enfrentar situações como ensaiar num espaço com barata, quase sem água conseguimos um o Prêmio AABB. Bom Valeu apena – Diz Raquel.

Em agosto de 2011, conseguimos alugar uma sede fixa em Olaria, bairro da Zona Norte. Hoje o projeto já atendeu mais de 3 mil alunos de toda região do Rio. Oferecendo aulas de Teatro, Dança, Música e Literatura para crianças, jovens, adultos, idosos e pessoas especiais. Os alunos tema cesso à Biblioteca Padre Pio obtém em cerca de 6 mil livros, 8 mil DVD’s de arte em geral.

 

Prêmios:





https://www.facebook.com/nopalcodavida/?fref=ts
#